commodities - (Commodity) o que é?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

commodities - (Commodity) o que é?

Mensagem por Admin em Ter Abr 02, 2013 5:19 am


Commodity é um termo de língua inglesa que, como o seu plural commodities, significando literalmente mercadoria, é utilizado para designar bens e as vezes serviços para os quais existe procura sem atender à diferenciação de qualidade do produto no conjunto dos mercados e entre vários fornecedores ou marcas.
As commodities são habitualmente substâncias extraídas da terra e que mantém até certo ponto um preço universal[

Conceito

Uma commodity é um bem fungível, ou seja, é equivalente e trocável por outra igual independentemente de quem a produz, como por exemplo o petróleo, a resma de papel, o leite, o cobre e os imóveis.
Exemplo :
O preço do cobre é universal. As flutuações de preço diárias são baseadas na oferta e na procura global.
Já num sistema de som existe uma diferenciação de produto em muitos aspectos, tais como a marca, o interface do utilizador, a qualidade aparente, etc. Desta forma quando maior foi o seu valor aparente, maior será o seu preço.
Uma das características das commodities é que o seu preço é determinado como uma função do seu mercado no todo. As mercadorias físicas são ativamente transacionadas no mercado à vista (spotmarket) e no mercado de derivativos. Em geral, são matérias-primas e produtos agrícolas tais como minério de ferro, petróleo, carvão, etanol, sal, açúcar, café, soja, alumínio, cobre, arroz, trigo, ouro, prata, paládio e platina. Mercadorias agrícolas (soft commodities) são bens que são cultivados, enquanto que a mercadorias pesadas (hard commodities) são bens que são extraídos ou minerados.
O que torna os produtos de base muito importantes na economia é o fato de que possuem cotação e "negociabilidade" globais; portanto, as oscilações nas cotações destes produtos de base têm impacto significativo nos fluxos financeiros mundiais, podendo causar perdas a agentes econômicos e até mesmo a países. O mercado de derivativos surgiu como uma proteção aos agentes econômicos contra perdas provocadas pela volatilidade nas cotações dos produtos de base.
Existe também uma outra classe de commodities energéticas que incluem a eletricidade, o gás, o carvão e o petróleo.
A eletricidade tem a característica particular de não ser armazenável, seja por razões técnicas ou de viabilidade econômica, pelo que tem de ser consumida de imediato.
A passagem à qualidade de commodities (comoditização) ocorre quando o mercado de bens ou serviços deixa de fazer a diferenciação de produto na sua base de fornecimento, na maioria das vezes causada pelo desaparecimento do ônus do capital intelectual (patentes, etc) que era necessário para o adquirir ou produzir de forma eficaz. Assim, produtos transformam-se em mercadorias quando o seu preço base deixa de ser onerado com a aplicação de um prêmio (Premium) para os detentores desse capital, como no caso dos genéricos da industria farmacêutica ou dos circuitos integrados (chips).

Tipos:

Agrícola. Exemplos: café, trigo, soja;
Mineral. Ex.: ouro, petróleo, minério de ferro;
Financeira. Ex.: dólar, euro, real, Bitcoin;
Ambiental. Ex.: água, créditos de carbono;
Recursos energéticos. Ex.: energia elétrica;
Química. Ex.: ácido sulfúrico, sulfato de sódio;


Observações

Borracha, café, aço, prata,madeira,cobre, soja, trigo, algodão, arroz, feijão são exemplos de commodity.
O petróleo não deixa de ser classificado como commodity, entretanto, devido a sua grande importância nas economias mundiais, costuma receber uma atenção especial e destacada.

Transação de commodities:

As commodities são bens de qualidade uniforme produzidas em grandes quantidades sendo que as produções de cada um são equivalentes (o petróleo da Aramco é igual ao da Exxon, p.ex.). Num mercado de commodities, é a padronização subjacente definida pelo contrato que a define como uma mercadoria e não a qualidade inerente à produção de um produtor específico.

O mercado português

Dado Portugal não ser um produtor diversificado à escala global, não existe um mercado de commodities e o mercado de futuros à semelhança dos existentes em alguns países europeus e no continente americano. Os mercados de mercadorias (Commodities exchange) mundiais incluem:
Chicago Board of Trade (CBOT)
Chicago Mercantile Exchange (CME)
Dalian Commodity Exchange (DCE)
Euronext.liffe (LIFFE)
Kansas City Board of Trade (KCBT)
Kuala Lumpur Futures Exchange (KLSE)
London Metal Exchange (LME)
New York Mercantile Exchange (NYMEX)
National Commodity Exchange Limited (NCEL)
Multi Commodity Exchange (MCX)
International Indonesian Forex Change Market (IIFCM)

Os mercados para a transação de mercadorias podem ser muito eficientes, em particular se a divisão em grupos corresponder aos segmentos da procura. Estes mercados responderão rapidamente às mudanças na oferta e na procura para encontrar um equilíbrio de mercado entre o preço e a quantidade. Para além disso, os investidores podem obter uma exposição passiva aos mercados de mercadorias através de índices de preços de mercadorias (commodity price index).

Referências

↑ Karl Marx, "A Contribution to the Critique of Political Economy" contained in the Collected Works of Karl Marx and Frederick Engels: Volume 29 (International Publishers: New York, 1987) p. 269.
↑ Karl Marx, "Outlines of the Critique of Political Economy(Rough Draft of 1857-1857)" contained in the Collected Works of Karl Marx and Frederick Engels: Volume 28 (International Publishers: New York, 1986) p. 80.
↑ What are Commodities. About.com.
↑ O'Sullivan, Arthur; Steven M. Sheffrin. Economics: Principles in action. Upper Saddle River, New Jersey: Pearson Prentice Hall, 2003. 152 p. ISBN 0-13-063085-3

Admin
Admin

Mensagens : 63
Data de inscrição : 01/04/2013

Ver perfil do usuário http://mercadofinanceiro.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum